Museu do latino nos Estados Unidos


Museu do latino nos Estados Unidos

O governo dos EUA prepara-se para aprovar uma lei que impulsionará o estabelecimento do Museu Nacional do Latino-Americano.

Um comité do Senado decidiu, esta quinta-feira, por unanimidade, enviar ao plenário a versão do projecto, para votação final, seguindo depois para a secretária de Donald Trump para ratificação.

Esta é uma pretensão antiga de organizações defensoras da cultura latina nos EUA, nomeadamente da organização Momento Latino, uma coligação de activistas e artistas. O seu co-fundador, Henry Muñoz III ajudou a liderar o esforço inicial para cria a instituição, na qualidade de presidente da Comissão para estudar a Criação do Museu Nacional do Latino Americano. 

Os EUA abrigam 60 milhões de latinos, que correspondem a 18,5% da sua população.

Esta pretensão tem tido a colaboração de líderes comunitários, empresários e congressistas, e o apoio de figuras públicas, como a actriz Eva Longoria. A actriz defende que “há tantas coisas extraordinárias que são da responsabilidade dos latino-americanos, na história do nosso país” e que esses feitos não estão representados na arte, nos livros de história ou nos monumentos nacionais.

Os defensores da criação deste museu esperam a conclusão, em breve, da parte legislativa, que permitirá implementar o tão desejado museu em solo americano.

Fernando Cardoso

Comentários(0)

Log in to comment